Estudo semanal para 16 a 20 de março de 2020

IBOV



IBOV após perder sua LTA de 2016, seguiu corrigindo e parou na retração de 61,8% de fibonacci desta onda maior.

Um pequeno ensaio de pullback se iniciou ainda na semana passada.

Baseado em fibo, temos alguns níveis onde podemos esperar por alguma continuidade deste pullback.

83.888 = primeiro nível (38,2%)
88.645 = segundo nível (50%)
93.403 = terceiro nível (61,8%)

Após este pullback esperado, teremos duas possibilidades, a de alta, poderá nos levar a testar o topo histórico (região dos 119k) e a de continuidade deste movimento corretivo, o que nos levaria a uma onda C corretiva com alvo na região dos 48.340 pontos.


Uma outra possibilidade é de termos tido já o pullback praticamente completo na sexta-feira, tendo retraído apenas 38,2% o que poderá levar a um movimento mais agudo com alvo na região dos 42.240 pontos


PETR4


Podemos observar que com a PETR4 não poderia ter sido diferente, perdeu a LTA de longo prazo com expressivo aumento no volume, confirmando a nova tendência.

Após atingir a mínima aos 11,08, rapidamente, já na sexta-feira o que vimos foi provavelmente um movimento de pullback que parou cravando a retração de 38,2% de fibonacci, com isso, temos ainda a possibilidade de continuarmos esse pullback rumo 16,82 (50%) e depois os 18,17 (61,8%), ou ainda, podemos parar por aí mesmo e continuarmos o movimento corretivo, lançando uma nova onda com alvo na região dos 4,00.

Mas para isso, precisamos antes perder os 11,08 com um grande candle vendedor acompanhado por volume e fechar abaixo deste valor.

VALE3




VALE3 por enquanto conseguiu se sustentar na região de suporte, um suporte muito forte por sinal.

O que nós tivemos por enquanto foi a perda da LTA e um pullback mais forte, já na região dos 61,8% de fibonacci.

Com isso, podemos esperar por um possível movimento de continuidade desta correção, lançando, talvez, uma onda C, corretiva com alvo na região dos 26,26 inicialmente, depois teremos a região dos 15,98.

SP500



SP500 ao menos por enquanto não perdeu a sua grande LTA que vem desde 2009, um novo teste foi realizado, precisamos ficar monitorando de perto, pois caso seja perdida, deveremos abrir novos alvos para continuar essa correção.

Sendo o primeiro a região dos 2032 (50% de fibonacci)

USOIL


O Petróleo bruto se aproxima da mínima da semana passada (27,40) e com isso a possibilidade de renovarmos a mínima.

Caso a região dos 25,30 seja perdida, não descarto a chance de vermos novas regiões de suporte.

Teremos então suportes nas regiões de 17,60 e depois alvo de fibonacci na região dos 10,75 (161,8%)

BTCUSD



O par Bitcoin dólar segue sem tendência definida, por enquanto o que temos são fundos ascendentes, o que pode levar a se tornar uma tendência de alta no futuro.

A região dos 11.530 é uma região importante, pois caso seja rompida com grande candle comprador, poderá impulsionar o preço a buscar o topo histórico na região dos 19.000.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estudo Mensal para Fevereiro de 2020

Atualização de Janeiro da carteira 2020 do Shima