Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2020

Estudo semanal para 27 de abril a 01 de maio de 2020

Imagem
IBOV

IBOV pelo gráfico semanal, vamos fazer uma recapitulação, após a grande queda vista no final de Fevereiro, rompendo a grande LTA, é possível que as altas vistas durante as últimas 4 semanas tenham sido um movimento de repique, ou, pullback como costumamos chamar.

Temos então a região de suporte perdido nos 98.000 pontos e um pullback sendo registrado na retração de 50% de fibonacci, uma importante zona onde os preços costumam começar a sentir uma maior dificuldade para continuar seu movimento atual (altista).

Uma cunha também pode ser observada neste gráfico, mas, por enquanto apenas tivemos uma violação da mesma, o que tornam as próximas semanas extremamente importantes. Caso a cunha se confirme, e ocorra a perda do fundo anterior nos 62k, o pivô de baixa semanal é então confirmado e abrimos espaço para buscar 51k e depois os 42.800 pontos.

PETR4


PETR4 sentiu a retração de 50/61,8% de fibonacci e perdeu força, já pela sombra superior deixada, podemos ver que existe grande inter…

Estudo semanal para 22 a 25 de Abril de 2020

Imagem
IBOV

Gráfico diário do IBOV sugere ainda que o movimento visto nas últimas semanas pode ter sido um repique para voltarmos a cair, lançando assim uma nova onda de correção, semelhante a onda anterior.

Suportes em:

1 - 76.000
2 - 67.800
3 - 61.600

PETR4

PETR4 possui situação bastante semelhante ao IBOV com suportes em:

1 - 14,84
2 - 12,74
3 - 10,80

VALE3

VALE3 fez um repique um pouco mais forte que o IBOV e PETR4, mas segue também com característica baixista, trabalhando abaixo da mm200 no gráfico diário, encontra suporte imediato na região dos 41,88.

Próximos suportes em 39,10 e depois somente no fundo anterior na região dos 32,30

VLID3

VLID3 por enquanto num movimento de repique.

Papel já deixou um fundo mais alto e caso confirme a superação dos 10,70, aciona pivô de alta com alvo na região da mm200 do gráfico diário.

KLBN11

KLBN11 encontra-se na zona de briga, ou seja, na grande retração.

Caso confirme a superação dos 17,50, o papel abre espaço para buscar a região dos 21,30, porém…

Estudo para 13/04 a 17/4

Imagem
IBOV


Mesmo tendo 3 semanas de repique, o IBOV segue tendo ainda algum espaço para seguir com o pullback, tendo a região dos 90k como um importante teste, sendo este a região de retração de 50% de todo esse movimento corretivo que tivemos desde a volta do carnaval.

PETR4
PETR4, igualmente ao IBOV, segue fraco, possuindo ainda algum espaço para continuar o movimento de pullback pelo menos até a região dos 21,00, porém, tem agora uma grande resistência pela frente que é a mm200 semanal praticamente flat.
VALE3
VALE3 podemos ver que o suporte que havia na região dos 41,70 foi perdido e agora está sendo testado como uma região de resistência.
Outro ponto é que, diferente do IBOV e da PETR4, a VALE3 concluiu com sucesso seu movimento de pullback na região de retração dos 50% de fibonacci, deixando um candle ligeiramente mais vendedor, a notar pela sombra superior no candle.
Para a próxima semana, a perda da mínima da semana passada, deverá atrair vendedores de volta pressionando o papel pa…

Estudo semanal para 6/4 a 10/4

Imagem
IBOV


Analisando o gráfico de H4, temos que o IBOV rompeu a LTB no dia 24 de Março e terminamos a semana podendo ter completado um movimento de correção na zona de retração, o que pode vir a ser o final de uma onda 2.

Para a próxima semana, temos então a possibilidade de iniciarmos um movimento de uma onda 3, impulsiva com alvos nas regiões de 80.725 pontos, o que pode nos levar a testar a retração de 50% de uma onda maior.

Para termos tal movimento, poderemos acompanhar pelo gráfico de H1 e esperar ver algo parecido com o gráfico abaixo:


Precisaríamos ter o rompimento da LTB e um pullback ainda seguindo na LTA formada. Caso ocorra o rompimento da região dos 70.500, teremos então um OCOI sendo acionado e poderemos pensar na região dos 80.725 como sendo o principal alvo deste movimento.

A outra possibilidade será continuarmos com o movimento descendente até a região de fundo anterior, deste modo poderemos ter algo parecido com o gráfico abaixo no H1:


Uma continuação do pullback iniciad…