Estudo semanal para 17 a 21 de Fevereiro de 2020

IBOV



IBOV teve um início de semana animado mas que não durou muito tempo. Com uma tentativa de superar a máxima da semana passada, vimos apenas isso, uma tentativa, pois ao se aproximar da região próxima da máxima da semana passada, forças vendedoras se mostraram mais fortes e com isso, as expectativas de termos novas máximas durante os próximos dias ou semanas vão ficando mais fracas.

Ainda com vendedores em cena e ameaçando perder a região de suporte dos 113.000 pontos, este, caso se concretize, abre espaço para buscar o alvo na região dos 110.800 pontos, inicialmente, pois continuará mirando uma correção mais forte rumo a região 106.630 pontos.

PETR4



Acredite você ou não na formação de figuras, não podemos fechar os olhos para a formação de um possível OCO no gráfico semanal de PETR4 (inclusive só fui ver agora durante este estudo).

Diante desta formação, para quem acredita em alta no papel, precisamos ver uma forte reação, tão forte que seja capaz de levar o papel a superar a região dos 31,20, onde temos a atual resistência.

Para o outro lado, uma atenção especial se faz necessária ao suporte na região dos 27,60, pois este, caso seja perdido, pode atrair mais vendedores para o papel, fazendo com que os preços recuem até o próximo alvo na região dos 26,70 inicialmente.


VALE3


VALE3 também não passa por bons momentos, após o BEAR180 (engolfo de baixa) deixado ha algumas semanas, a região dos 53,80 parece ter se tornado uma forte resistência para o papel.

Com uma formação que lembra uma bandeira, devemos ficar atentos ao suporte atual na região dos 49,80, pois caso perdido, poderá acionar a bandeira cujo alvo estará na região dos 46,36.


BRSR6



BRSR6 vem fazendo movimento de zig-zag descendente e por enquanto não demonstra qualquer sinal de recuperação.

Papel testa uma zona de suporte interessante pois há ali vários alvos de ondas menores, é possível termos um movimento contrário, mas que num primeiro momento seria apenas um pullback para voltar a cair.

O melhor que podemos fazer neste momento é ficar de fora, acompanhando o comportamento do ativo.


WEGE3


Para o caso de WEGE3 achei mais apropriado e interessante trazer o gráfico diário, pois é através dele que é possível identificar melhor as ondas em tempos menores, com isso, encontramos um alvo que foi atingido na sexta-feira ao tocar a região dos 47,34.

Prazos semanal e mensal bastante sobrevalorizados através de diversos indicadores, bem como longe das médias que costumo utilizar.

É possível ainda vermos os preços continuarem avançando, e para este cenário, teríamos um alvo ainda na região dos 50,30.

ABEV3



No meu entendimento, ABEV3 completou um movimento corretivo ABC ao atingir o alvo na região dos 16,17 na última sexta-feira. Com isso, espero por um novo movimento que, pode ser uma nova onda impulsiva, que, inclusive pode dar início a um novo grande movimento altista.

Mas vamos por partes, inicialmente um possível pullback com alvo na região dos 17,84, ou, podemos seguir corrigindo com alvo na região do próximo suporte nas regiões dos 14,34 aos 14,00.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estudo Mensal para Fevereiro de 2020

Atualização de Janeiro da carteira 2020 do Shima